Logotipo Dr. Igor Lepski Calil

Doenças do Fígado

atualizado em: 09/28/2023
Tempo de Leitura: 4 minutos
Sumário

As doenças do fígado afetam o funcionamento deste órgão tão importante para o organismo. Os sintomas podem variar, incluindo cansaço, icterícia (pele e olhos amarelados) e dor abdominal. O tratamento depende do tipo e da gravidade da doença, podendo envolver medicamentos e até cirurgia.

Doenças do Fígado - Imagem Ilustrativa

Introdução

O fígado desempenha funções essenciais no organismo. Ele produz e regula substâncias que atuam na coagulação do sangue, no sistema imunológico e na digestão. 

Além disso, o fígado atua no armazenamento de glicose e na metabolização de substâncias tóxicas. Ainda, a bile produzida pelo fígado é importante para o processamento de gorduras e a absorção de vitaminas lipossolúveis.

As doenças do fígado abrangem um amplo espectro de condições, que podem variar desde inflamações leves até condições graves e crônicas, como cirrose e câncer hepático. 

A seguir, falaremos mais sobre as doenças do fígado, quais as possíveis causas, como identificar os sintomas, como é feita a investigação e como funciona o tratamento. Fique até o final e tire suas dúvidas!

Quais são as doenças do fígado?

As doenças do fígado são um grupo de condições que afetam a saúde do fígado.

Algumas das doenças do fígado incluem a esteatose hepática (gordura no fígado), hepatite (inflamação do fígado), cirrose (cicatrização e dano hepático irreversível), doença hepática alcoólica (associada ao abuso de álcool) e câncer hepático.

A gravidade e o risco associados a essas doenças variam. Algumas condições podem ser tratadas e gerenciadas e outras podem levar a complicações graves e potencialmente fatais. 

A seguir, conheça as principais causas das doenças do fígado e como elas se manifestam!

Quais as causas das doenças do fígado?

As doenças do fígado podem ser causadas por uma variedade de fatores, incluindo agentes infecciosos, estilo de vida, exposição a substâncias e patologias.

Embora os fatores associados específicos possam variar dependendo da doença do fígado, alguns deles incluem:

  • Infecções virais: vírus como o da hepatite B e o da hepatite C podem causar inflamação
  • Abuso de álcool: pode causar inflamação crônica e cicatrização, podendo levar à cirrose
  • Medicamentos e substâncias tóxicas: a exposição a essas substâncias pode levar ao desenvolvimento de doenças do fígado
  • Diabetes: pessoas com diabetes têm um risco aumentado de desenvolver doenças hepáticas
  • Obesidade: está associada a doenças como esteatose hepática (gordura no fígado), esteato-hepatite não alcoólica e cirrose
  • Genética: certas doenças hepáticas têm uma predisposição genética, como a hemocromatose hereditária e a doença de Wilson

É importante notar que diferentes doenças do fígado podem ter causas e fatores associados específicos. 

A prevenção e o diagnóstico adequado são fundamentais para reduzir o risco e minimizar a gravidade das doenças do fígado.

Quais os sintomas das doenças do fígado?

Os sintomas das doenças do fígado podem variar dependendo do tipo e da gravidade da condição. Algumas manifestações comuns podem incluir:

  • Cansaço persistente 
  • Coloração amarelada da pele e dos olhos (icterícia)
  • Dor ou desconforto na região abdominal superior direita
  • Diminuição do apetite e perda de peso inexplicada
  • Sensação de náusea e vômitos
  • Acúmulo de líquido no abdome, conhecido como ascite
  • Coceira pode ocorrer pelo acúmulo de substâncias tóxicas no sangue
  • Urina com cor escura pode indicar problemas no fígado
  • Fezes com cor acinzentada ou esbranquiçada
  • Hemorragias e equimoses devido a problemas de coagulação 

É importante lembrar que nem todas as doenças do fígado apresentam sintomas óbvios e que alguns sintomas podem ser semelhantes a outras patologias. 

Como é feito o diagnóstico das doenças do fígado?

O diagnóstico das doenças do fígado inclui avaliação clínica, exames de imagem, testes laboratoriais e até procedimentos invasivos, descritos abaixo.

Histórico médico e exame físico

O médico coletará informações detalhadas sobre os sintomas, histórico médico, estilo de vida e possíveis exposições a fatores de risco.

Exames de sangue

Exames laboratoriais para avaliar a função do fígado, verificar níveis de enzimas hepáticas, bilirrubina, albumina, entre outros marcadores. 

Exames de imagem

Pode incluir ultrassonografia (US), tomografia computadorizada (TC) ou ressonância magnética (RM). A elastografia hepática consiste em uma técnica de US que mede a rigidez do fígado, ajudando a analisar a saúde geral do órgão.

Biópsia hepática

Uma pequena amostra de tecido hepático pode ser obtida através de um procedimento invasivo chamado biópsia.

Endoscopia

Pode ser realizada para avaliar as vias biliares e identificar obstruções ou anormalidades.

O diagnóstico preciso é importante para determinar o tipo de doença do fígado e desenvolver um plano de tratamento adequado. 

Como é realizado o tratamento das doenças do fígado?

O tratamento das doenças do fígado varia dependendo do tipo e da gravidade da condição. Algumas abordagens incluem:

Mudanças no estilo de vida

  • Dieta saudável: alimentação equilibrada 
  • Controle de peso: pode ser importante para doenças como a esteatose hepática
  • Evitar álcool: a abstinência é essencial

Medicamentos

  • Antivirais: em casos de hepatite viral
  • Medicamentos imunossupressores: para tratar doenças autoimunes
  • Medicamentos para coagulação: podem ser usados quando há alteração desse sistema

Tratamento de complicações

  • Ascite (presença de líquido no abdome): a drenagem do pode ser necessária
  • Varizes esofágicas: para prevenir hemorragias, podem ser tratadas com medicamentos ou procedimentos 

Cirurgia

  • Transplante de fígado: nas doenças hepáticas graves

Tratamento direcionado

Algumas doenças do fígado, como hemocromatose ou doença de Wilson, podem exigir tratamento específico.

A abordagem de tratamento dependerá da doença do fígado, da gravidade dos sintomas e das necessidades individuais do paciente. 

Por isso, é fundamental buscar um médico para desenvolver um plano de tratamento adequado. O acompanhamento médico regular é importante para gerenciar as doenças do fígado e prevenir complicações.

Dr. Igor Lepski Calil
CRM: 130079
RQE: 100065 / 100066

Graduado em Medicina pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP.
Fiz residência em Cirurgia Geral e Cirurgia do Aparelho Digestivo no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto e em Transplante de Órgãos Abdominais no Hospital das Clínicas de São Paulo. Além disso, tive oportunidade de participar de uma Surgery Observation no Indiana University Hospital em 2012 nos Estados Unidos.
Meu foco é em casos complexos como Falência Intestinal, Transplante de Intestino e Multivisceral, além de Transplante de Fígado e Cirurgia Hepato-Bilio-Pancreática.

Agende sua Consulta

Atuo nos hospitais

magnifiercross