Logotipo Dr. Igor Lepski Calil

Hernioplastia

atualizado em: 09/28/2023
Tempo de Leitura: 3 minutos
Sumário

A hernioplastia consiste em uma cirurgia para reparar hérnias, de modo a fortalecer a parede abdominal. Uma das técnicas mais comuns é a colocação de uma malha para prevenir recorrências desta condição.

Hernioplastia - Imagem Ilustativa

A hernioplastia é uma cirurgia realizada para reparar hérnias, que consistem em uma condição em que um órgão ou tecido se projeta através de uma fraqueza ou abertura na parede muscular que o contém. 

A cirurgia envolve a colocação de um material de reforço, geralmente uma tela sintética, para fortalecer a área enfraquecida e prevenir a recorrência da hérnia.

A seguir, falaremos mais sobre a hernioplastia, incluindo suas indicações, como funciona o procedimento, como é o pós-operatório e o que é importante saber antes de realizá-la. Fique até o final e tire suas dúvidas!

Quais são os tipos de hérnias?

As hérnias mais comuns são as da parede abdominal, que se manifestam em três principais localizações: 

  • Hérnia inguinal: é a hérnia mais comum e ocorre quando o tecido protrude através de uma abertura na parede abdominal na região da virilha
  • Hérnia incisional: ocorre em uma área onde uma incisão cirúrgica anterior foi feita, muitas vezes em locais como a linha média do abdome
  • Hérnia umbilical: nesse caso, o tecido protrude através de uma fraqueza na parede abdominal próxima ao umbigo

Quando é indicado o procedimento?

A hernioplastia é indicada quando a hérnia causa desconforto significativo e/ou dor ou apresenta risco de complicações, como estrangulamento, onde o suprimento de sangue para o tecido herniado é interrompido. 

O médico avaliará a gravidade da hérnia e a saúde geral do paciente para determinar a necessidade da cirurgia.

Como funciona a cirurgia?

O procedimento de hernioplastia envolve a incisão na área afetada para acessar a hérnia. 

O cirurgião empurra o tecido herniado de volta para o lugar apropriado e, em seguida, coloca uma tela ou malha sintética sobre a abertura enfraquecida. 

Essa malha serve como reforço, ajudando a evitar a recorrência da hérnia ao fornecer suporte adicional à parede muscular.

A hernioplastia pode ser realizada por diferentes técnicas, incluindo a abordagem laparoscópica, que envolve pequenas incisões e recuperação mais rápida.

Como é o pós-operatório da hernioplastia?

Após a hernioplastia, o paciente é monitorado para garantir que a cirurgia tenha sido bem-sucedida e que não haja complicações. 

Como em qualquer cirurgia, a hernioplastia também envolve riscos, como infecção, sangramento e reações adversas à anestesia.

A recuperação envolve descanso adequado, evitando esforço físico intenso e seguindo as orientações médicas. É normal experimentar algum desconforto e inchaço na área operada.

O que é importante saber?

Com uma abordagem cuidadosa e especializada, a hernioplastia pode ajudar a restaurar a qualidade de vida daqueles que enfrentam o desconforto causado por essa condição. 

A busca por orientação médica e a compreensão das opções de tratamento são passos cruciais para garantir um resultado bem-sucedido.

Manter um estilo de vida saudável, evitar levantar objetos pesados ​​e tomar precauções durante a recuperação pós-cirúrgica são medidas importantes para prevenir a recorrência de hérnias.

Dr. Igor Lepski Calil
CRM: 130079
RQE: 100065 / 100066

Graduado em Medicina pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP.
Fiz residência em Cirurgia Geral e Cirurgia do Aparelho Digestivo no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto e em Transplante de Órgãos Abdominais no Hospital das Clínicas de São Paulo. Além disso, tive oportunidade de participar de uma Surgery Observation no Indiana University Hospital em 2012 nos Estados Unidos.
Meu foco é em casos complexos como Falência Intestinal, Transplante de Intestino e Multivisceral, além de Transplante de Fígado e Cirurgia Hepato-Bilio-Pancreática.

Agende sua Consulta

Atuo nos hospitais

magnifiercross