Logotipo Dr. Igor Lepski Calil

Gastrectomia

atualizado em: 09/28/2023
Tempo de Leitura: 3 minutos
Sumário

A gastrectomia é uma cirurgia que consiste na remoção de parte ou de todo o estômago. Ela é realizada principalmente em casos de câncer gástrico, tumores ou úlceras. Essa cirurgia pode afetar a dieta e os hábitos alimentares, o que necessita de adaptações.

Gastrectomia total e parcial - Imagem Ilustativa

A gastrectomia é um procedimento cirúrgico que desempenha um papel fundamental no tratamento de condições relacionadas ao estômago. 

O estômago é responsável pelo armazenamento temporário de alimentos, além de misturá-lo com suco gástrico para iniciar a digestão de proteínas e liberá-lo gradualmente para o intestino delgado.

A seguir, falaremos mais sobre a gastrectomia, incluindo suas indicações, como funciona o procedimento, como é o pós-operatório e o que é importante saber antes de realizá-la. Fique até o final e tire suas dúvidas!

O que é a gastrectomia?

A gastrectomia é um procedimento cirúrgico que envolve a remoção total ou parcial do estômago. 

Esse procedimento é realizado quando existem condições médicas graves que afetam o estômago, como câncer gástrico ou úlceras refratárias ao tratamento. 

Tanto a gastrectomia total quanto a parcial são procedimentos complexos que requerem uma avaliação cuidadosa por parte da equipe médica. 

Ainda, o procedimento é cuidadosamente planejado para preservar a função digestiva e melhorar a qualidade de vida do paciente.

Quando é indicada a cirurgia?

A gastrectomia parcial é geralmente indicada quando há uma condição que afeta uma parte específica do estômago, como úlceras gástricas complicadas, tumores benignos ou malignos bem localizados.

Já a gastrectomia total é frequentemente realizada em casos de câncer gástrico avançado, quando a remoção completa do órgão é necessária para controlar a doença. 

O tipo de gastrectomia indicado depende da condição específica do paciente e da extensão da doença.

Como funciona o procedimento?

A gastrectomia é realizada sob anestesia geral. Durante a gastrectomia parcial, uma parte do estômago é removida, geralmente a porção afetada pela condição médica. Já na gastrectomia total, todo o estômago é removido. 

Em ambos os casos, a cirurgia pode ser realizada por abordagem aberta ou minimamente invasiva.

Na abordagem laparoscópica, pequenas incisões são feitas, e um laparoscópio e instrumentos cirúrgicos são inseridos para realizar a operação. 

A escolha da técnica depende da condição do paciente e da experiência do cirurgião.

Como é o pós-operatório de gastrectomia?

Após a cirurgia, o paciente precisará de um período de recuperação no hospital. 

A dieta será reintroduzida gradualmente, começando com líquidos claros e progredindo para alimentos sólidos de acordo com a orientação médica. 

A absorção de nutrientes após uma gastrectomia pode ser afetada, portanto, é essencial seguir as orientações do médico e do nutricionista para garantir uma nutrição adequada. 

Em casos de gastrectomia total, a digestão será modificada, e os pacientes podem precisar de suplementação de vitaminas e minerais para evitar deficiências.

O que é importante saber sobre a gastrectomia?

A decisão de se submeter à gastrectomia é significativa e requer uma compreensão completa dos riscos, benefícios e impacto no estilo de vida. 

Conversar com um cirurgião é fundamental para tomar uma decisão informada. 

Após a cirurgia, a adaptação à nova realidade digestiva pode ser desafiadora. Assim, é importante seguir as orientações médicas e nutricionais rigorosamente, realizar exames de acompanhamento e monitorar a saúde a longo prazo.

Dr. Igor Lepski Calil
CRM: 130079
RQE: 100065 / 100066

Graduado em Medicina pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP.
Fiz residência em Cirurgia Geral e Cirurgia do Aparelho Digestivo no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto e em Transplante de Órgãos Abdominais no Hospital das Clínicas de São Paulo. Além disso, tive oportunidade de participar de uma Surgery Observation no Indiana University Hospital em 2012 nos Estados Unidos.
Meu foco é em casos complexos como Falência Intestinal, Transplante de Intestino e Multivisceral, além de Transplante de Fígado e Cirurgia Hepato-Bilio-Pancreática.

Agende sua Consulta

Atuo nos hospitais

magnifiercross