Logotipo Dr. Igor Lepski Calil

Doenças do Pâncreas

atualizado em: 09/28/2023
Tempo de Leitura: 5 minutos
Sumário

As doenças do pâncreas podem afetar a digestão e o metabolismo do corpo. Os sintomas incluem dor abdominal, pele e olhos amarelados e alterações do açúcar no sangue. O diagnóstico envolve exames de sangue e de imagem.

Doenças do Pâncreas - Imagem Ilustrativa

Introdução

O pâncreas é um órgão que possui diversas funções importantes para o funcionamento do organismo. Ele desempenha um papel central na regulação do açúcar no sangue (glicose) por meio da produção de insulina e glucagon. 

Além disso, o pâncreas produz enzimas digestivas que ajudam a quebrar os alimentos no intestino delgado, facilitando a absorção de nutrientes essenciais.

As doenças do pâncreas abrangem uma variedade de condições, desde inflamações agudas até condições crônicas, que podem impactar a qualidade de vida e a saúde geral do indivíduo. 

A seguir, falaremos mais sobre as doenças do pâncreas, quais as possíveis causas, como identificar os sintomas, como é feito o diagnóstico e como funciona o tratamento. Fique até o final e tire suas dúvidas!

Quais são as doenças do pâncreas?

As principais doenças do pâncreas incluem a pancreatite, que envolve inflamação do pâncreas; o diabetes, caracterizado por níveis elevados de glicose no sangue; e o câncer de pâncreas.

Outras patologias também podem afetar o pâncreas, resultando em sintomas variados e impacto na saúde metabólica e digestiva.

A gravidade e o risco das doenças do pâncreas variam conforme a patologia. Algumas condições, como a pancreatite aguda, podem causar sintomas graves, mas melhoraram com tratamento adequado. 

Por outro lado, o câncer de pâncreas muitas vezes é diagnosticado em fases avançadas, o que pode reduzir as opções terapêuticas.

A seguir, conheça as principais causas das doenças do pâncreas e como elas se manifestam!

Quais as causas das doenças do pâncreas?

As doenças do pâncreas podem ser causadas por fatores genéticos, ambientais e comportamentais. 

Os principais fatores associados às doenças do pâncreas  que mais se destacam estão descritos abaixo.

Pancreatite

  • Cálculos: podem bloquear o ducto pancreático e causar inflamação
  • Abuso de álcool: pode causar pancreatite aguda ou crônica
  • Trauma abdominal: lesões podem causar inflamação

Diabetes

  • Genética: histórico familiar de diabetes aumenta o risco
  • Obesidade: pode contribuir para o desenvolvimento de diabetes tipo 2
  • Estilo de vida sedentário: falta de atividade física aumenta o risco

Câncer de pâncreas

  • Idade: o risco aumenta com a idade
  • Tabagismo: está associado a maior chance de ter câncer de pâncreas
  • Histórico familiar: ter parentes com câncer de pâncreas aumenta o risco

Outros fatores

  • Alimentação inadequada: dietas ricas em gordura e glicose
  • Exposição a produtos químicos e tóxicos

A prevenção, o diagnóstico e a terapêutica adequada são essenciais para reduzir o risco e minimizar a gravidade das doenças do pâncreas

Quais os sintomas das doenças do pâncreas?

Os sintomas das doenças do pâncreas podem variar dependendo do tipo e da gravidade da condição. Alguns sintomas que podem ocorrer incluem:

Pancreatite

  • Dor na parte superior do abdome, que pode se espalhar para as costas
  • Náuseas e vômitos

Diabetes

  • Sensação constante de sede
  • Urinar mais frequentemente do que o normal
  • Sentir fome mesmo após as refeições
  • Sensação constante de cansaço

Câncer de pâncreas

  • Dor abdominal ou nas costas
  • Perda de peso inexplicada
  • Coloração amarelada da pele e dos olhos 
  • Dificuldade em digerir alimentos 

Outros sintomas

  • Coceira na pele 
  • Fezes claras ou com odor forte
  • Urina mais escura

É importante notar que nem todas as doenças do pâncreas apresentam sintomas óbvios e que alguns sintomas podem ser semelhantes a outras condições médicas.

Como é feito o diagnóstico das doenças do pâncreas?

O diagnóstico das doenças do pâncreas envolve uma série de abordagens, incluindo avaliação clínica, exames de imagem, testes laboratoriais e procedimentos especializados, descritos abaixo.

Histórico médico e exame físico

O médico coletará informações detalhadas sobre os sintomas, histórico, estilo de vida e possíveis fatores associados, além de realizar um exame físico.

Exames de sangue

Exames laboratoriais podem ser realizados para verificar as enzimas pancreáticas, bilirrubina, glicose e outros marcadores. 

Exames de imagem

Pode incluir radiografias, ultrassonografia, tomografia computadorizada (TC) ou ressonância magnética (RM) para avaliar o pâncreas e estruturas adjacentes.

Endoscopia

Uma endoscopia pode ser realizada para visualizar diretamente o pâncreas e coletar amostras de tecido (biópsias) para análise.

Testes funcionais

Em algumas situações, testes funcionais podem ser realizados para avaliar a capacidade do pâncreas de produzir enzimas digestivas.

É importante consultar um médico para obter um diagnóstico preciso e desenvolver um plano de tratamento adequado.

Como é realizado o tratamento das doenças do pâncreas?

O tratamento das doenças do pâncreas depende do tipo específico da condição, sua gravidade e a resposta individual ao tratamento. Algumas abordagens para as principais patologias incluem:

Pancreatite

  • Suporte: em casos leves, o tratamento geralmente envolve jejum, hidratação intravenosa e manejo da dor
  • Medicamentos: analgésicos e medicamentos para controlar náuseas e vômitos 
  • Cirurgia: em casos graves, pode ser necessária

Diabetes

  • Medicamentos: orais ou injeções de insulina podem ser usados
  • Mudanças no estilo de vida: dieta saudável, atividade física regular e controle de peso 
  • Monitoramento: verificar regularmente os níveis de glicose no sangue 

Câncer de pâncreas

  • Cirurgia: pode ser indicada para remoção de tumores
  • Radioterapia e quimioterapia: podem ser usadas para controlar o tamanho e disseminação do tumor
  • Terapia alvo: podem ser usadas para certos tipos de câncer de pâncreas

Tratamento das complicações

Em algumas doenças, o tratamento se concentra em controlar as complicações, como icterícia (cor amarelada da pele e das mucosas) ou má absorção.

Transplante de pâncreas

Em casos de diabetes tipo 1 grave, um transplante de pâncreas pode ser considerado.

É importante ressaltar que o tratamento das doenças do pâncreas é altamente individualizado e deve ser coordenado com um médico. 

O diagnóstico e a adesão ao plano de tratamento são essenciais para otimizar os resultados e promover qualidade de vida ao paciente.

Dr. Igor Lepski Calil
CRM: 130079
RQE: 100065 / 100066

Graduado em Medicina pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP.
Fiz residência em Cirurgia Geral e Cirurgia do Aparelho Digestivo no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto e em Transplante de Órgãos Abdominais no Hospital das Clínicas de São Paulo. Além disso, tive oportunidade de participar de uma Surgery Observation no Indiana University Hospital em 2012 nos Estados Unidos.
Meu foco é em casos complexos como Falência Intestinal, Transplante de Intestino e Multivisceral, além de Transplante de Fígado e Cirurgia Hepato-Bilio-Pancreática.

Agende sua Consulta

Atuo nos hospitais

magnifiercross